.: Prefeitura De Araguaina :.
Sexta-feira, 09 De Dezembro De 2022 |    CLIMA: Sol e aumento de nuvens de manha. Pancadas de chuva a tarde e a noite. | Mínima: 22ºC | Máxima: 32 ºC
prefeitura de araguaina

Cidadão Empresa Servidor Turista  

Site leilao de Imveis



campanhas





NOTÍCIAS

Vacina contra covid-19 estará disponível para crianças de seis meses a dois anos com comorbidades em Araguaína

Publicado: Data: 29/11/2022 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Por Ricardo Sottero | Foto: Marcos Sandes/Ascom 

Primeiras 100 doses começam a ser aplicadas na segunda-feira, 28, nas UBS do Araguaína Sul, José Rezende e José Ronaldo

A partir desta segunda-feira, 28 de novembro, a Prefeitura de Araguaína começa a aplicar a vacina contra a covid-19 em crianças de seis meses a dois anos de idade que possuem algum tipo de comorbidade. Ao todo, serão 100 doses da Pfizer oferecidas em três UBS (unidades básicas de saúde). Os pais ou responsáveis devem levar o cartão de vacinação, documento com foto, CPF, cartão do SUS e o laudo, declaração, prescrição ou relatório médico que comprove a comorbidade.

As doses estarão disponíveis na UBS do Araguaína Sul, localizada na Rua dos Pinheiros, ao lado da UPA (Unidade de Pronto Atendimento), das 7 às 19 horas; na UBS José Rezende, na Rua São João Batista, 310, no Setor Céu Azul, das 7 às 19 horas; e na UBS José Ronaldo, na Rua Nove, Qd. 01, Lt. 01, Setor Dom Orione, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30.

Quais são as comorbidades?
As doses são destinadas para crianças de seis meses a dois anos de idade que possuem diabetes, pneumopatias crônicas graves, hipertensão arterial resistente, de estágio 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e de estágio 3, doenças cardiovasculares, doenças neurológicas crônicas, doença renal crônica, imunocomprometidos, hemoglobinopatias graves, obesidade mórbida, síndrome de down e cirrose hepática.

Crianças sem comorbidade
A diretora de Imunização da Secretaria da Saúde de Araguaína, Samilla Braga, explicou que as vacinas estão chegando aos poucos na cidade. O primeiro público contemplado será o das crianças com comorbidades. Os pais de crianças sem comorbidades que queiram vacinar seus filhos podem colocar os nomes em uma fila de espera.

“Os pais podem ligar na Central de Imunização ou nas unidades, ou também ir até a UBS mais próxima de casa para deixar o nome na lista de espera. Se houver sobra, no período da tarde, a secretaria entrará em contato com os pais para levar as crianças”, informou a diretora.

Os telefones da Central de Imunização de Araguaína são o (63) 3414 0753 ou 99928 4480, da UBS do Araguaína Sul é o 3412 3019; da UBS José Rezende é o 3412 7070; e da UBS José Ronaldo é o 3415 1210.

Como está a vacinação na cidade
Atualmente, o Município está aplicando a segunda dose de reforço nas pessoas acima de 40 anos e trabalhadores da área da saúde. Há também disponível o primeiro reforço para pessoas acima dos 18 anos, imunizantes do esquema inicial de primeira e segunda dose para adolescentes e crianças e também o reforço para adolescentes. As vacinas estão sendo aplicadas em todas as UBS da cidade.

Até 23 de novembro, a Secretaria da Saúde de Araguaína aplicou 321.431 doses das vacinas contra a covid-19. Foram 136.978 de primeira dose, 115.027 de segunda dose, 50.358 de primeiro reforço, 12.594 de segundo reforço, 3.793 doses únicas e 2.681 doses adicionais, que são destinadas apenas para pacientes imunossuprimidos.

“A Prefeitura segue rigorosamente e integralmente as orientações do Ministério da Saúde e da Anvisa. Por isso é muito importante conferir a carteira de vacinação para saber se as doses estão em dia, até mesmo para as viagens de fim de ano”, reforçou Samilla.

Casos ativos de covid-19
De acordo com o último boletim informativo que acompanha os casos de covid-19 em Araguaína, entre os dias 1 e 23 de novembro, 81 novos casos foram confirmados na cidade e atualmente 44 estão ativos. Com esses números, Araguaína alcança um total de 46.908 casos confirmados e 617 óbitos. Até o momento, não há pacientes internados nas unidades de referência para tratamento da doença.   

Os pais de crianças sem comorbidades que queiram vacinar seus filhos podem colocar os nomes em uma fila de espera no telefone (63)  63 99928 4480


Publicado: Data: 29/11/2022 Autor:Ascom







voltar