.: Prefeitura De Araguaina :.
Quarta-feira, 01 De Fevereiro De 2023 |    CLIMA: Chuvoso de manha. Aberturas de sol a tarde e pancadas de chuva que vao ata a noite. | Mínima: 23ºC | Máxima: 29 ºC
prefeitura de araguaina

Cidadão Empresa Servidor Turista   DAT- Sistema de declação de acidentes astt


Site leilao de Imveis



campanhas





NOTÍCIAS

Além da Sala de Aula: Professora resgata brincadeiras antigas e reforça trabalho socioemocional na educação

Publicado: Data: 14/10/2022 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Ivania Rodrigues tem 50 anos, professora do CEI (Centro de Ensino Infantil) Maria de Fátima é a terceira personagem da série que mostra iniciativas que estão transformando vidas em sala de aula

Por: Adriana Santana | Fotos: Marcos Sandes

A terceira e última entrevistada da Série “Além da Sala de Aula” em homenagem ao Dia do Professor, comemorado no próximo dia 15 de outubro, é a pedagoga Ivania Rodrigues, de 50 anos. Professora da Educação Infantil, ela resgatou antigas brincadeiras nas turmas do maternal 1, do CEI (Centro de Educação Infantil) Maria de Fátima, no setor Vila Rosário.

O objetivo da série foi mostrar iniciativas que estão transformando a vida de crianças por meio de projetos educativos e atividades extracurriculares nas escolas municipais. Ivânia conta que durante o Projeto "Resgate de Brinquedos e Brincadeiras dos nossos Pais", as crianças foram apresentadas a brincadeiras como amarelinha, bambolê, lata dos movimentos, perna de pau, pular corda e brinquedos como bonecas de pano, carrinhos de garrafa pet e outros.
 
Segundo ela, a iniciativa surgiu durante uma sensibilidade nossa ao percebermos a preocupação dos pais com o retorno às aulas presenciais no período de pandemia. "Notamos um interesse deles em serem mais presentes em sala de aula, então decidimos trazer esses pais para interagir com as crianças e a ideia foi resgatar memórias afetivas, por meio das brincadeiras da velha infância, e para os alunos novas possibilidades de recreação, o que de uma maneira geral promoveu uma interação maravilhosa entre família e escola”, explicou.

Unindo gerações

A professora destacou ainda que o resgate de brincadeiras antigas contribui também para tornar os estudantes mais participativos nas aulas, e consequentemente ajudou a prevenir a ansiedade precoce, que tem sido comum, entre as crianças, com o crescimento do uso das telas. Entre outros benefícios, estão as melhorias tanto no desenvolvimento físico, quanto na linguagem, raciocínio, percepção, memória e pensamento, trabalhando o desenvolvimento intelectual, emocional e social.

“O mais prazeroso durante a realização do projeto foi perceber o encanto das crianças e a capacidade de trabalhar a imaginação de uma forma natural, percebemos um ganho na interatividade, melhoria no relacionamento entre as crianças em sala. Elas ficaram mais calmas e evoluíram na interação. Por outro lado, foi surpreendente ver o envolvimento dos pais, a alegria em ajudar a confeccionar brinquedos que eram os únicos que muitos tinham acesso antigamente”, descreveu Ivânia.

Resgatando memórias

A administradora Karen Botelho, 31 anos, moradora do Setor São Miguel, é mãe da pequena Mariana Botelho, de 3 anos. Para ela, foi muito gratificante poder relembrar a infância e mostrar para a filha como ela se divertia quando tinha a idade dela. "Eu me empenhei muito e vi a alegria dela por estarmos juntas construindo brinquedos pra ela, tanto é que essa é a primeira boneca de pano da Mariana. Fiquei emocionada, não tem preço o que vivemos com mãe e filha nesse projeto”.

Paixão pela Educação Infantil

Ivania Rodrigues tem 13 anos de trabalho dedicados à educação. Há cinco anos atua na Educação Infantil. Casada, mãe de um filho, é apaixonada pela profissão e não mede esforços para contribuir com a vida das crianças que recebe em sala de aula.

“Me emociono todos os dias ao chegar aqui, ao falar da educação infantil, porque entendo que esse é o investimento mais importante para a vida das crianças, quem aposta numa boa educação infantil, como a que oferecemos no Município, tem retorno. Procuro me dedicar muito para trabalhar com eles competências que proporcionem o desenvolvimento deles como ser humano, não é só aprender letras, mas aprender sobre si, sobre o outro, sobre sociabilidade, sobre família, sobre o mundo”, finalizou a educadora.  

O Projeto "Resgate de Brinquedos e Brincadeiras dos nossos Pais" trouxe brincadeiras como lata dos movimentos, amarelinha, bambolê, perna de pau, pular corda e brinquedos como bonecas de pano, carrinhos de garrafa pet e outros

 
 Me emociono todos os dias ao chegar aqui porque entendo que esse é o investimento mais importante para a vida das crianças, quem aposta numa boa educação infantil tem retorno”


Publicado: Data: 14/10/2022 Autor:Ascom







voltar