.: Prefeitura De Araguaina :.
Segunda-feira, 18 De Outubro De 2021 |    CLIMA: Sol e aumento de nuvens de manha. Pancadas de chuva a tarde e a noite. | Mínima: 25ºC | Máxima: 37 ºC
prefeitura de araguaina

Cidadão Empresa Servidor Turista   Site leilao de Imveis



campanhas





NOTÍCIAS

50 esportistas poderão ser beneficiados com Bolsa Atleta

Publicado: Data: 17/07/2013 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Programa terá inscrições abertas até 17 de agosto

“A nossa intenção é levar o nome de Araguaína para o Brasil e para o Mundo e incentivar o esporte na cidade”. Foi com essa frase que o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, iniciou seu discurso no lançamento do Programa Bolsa Atleta ocorrido na manhã desta quarta-feira, 17, no auditório da Prefeitura. Ainda nesta quarta-feira, iniciaram as inscrições para o programa, que irão até 17 de agosto. Cerca de 50 atletas poderão ser beneficiados com bolsas.

Ronaldo Dimas também falou que em breve novos projetos do Executivo estarão sendo enviados para a Câmara. “O Bolsa Atleta, assim como outros projetos que encaminharemos ao Legislativo, são compromissos nossos de campanha”, acrescentou o prefeito.

 

Dois dos critérios principais para seleção das bolsas, segundo o secretário de Esportes, Cultura e Lazer, Wilamas Ferreira, serão o atleta ser residente e votar em Araguaína. “Assim teremos certeza que estaremos beneficiando esportistas da casa”, explicou o secretário.

Atletas, donos de escolinhas e autoridades estiveram presentes no lançamento do programa.  

Para o lutador de jiu jitsu Roniedson Andrade, a bolsa dará disponibilidade para que os atletas tenham mais tempo para se dedicar ao esporte e representar melhor a cidade. “Até agora, nós deixávamos de treinar para irmos atrás de patrocínios. Agora, podemos focar mais nos treinos e sermos mais competitivos”, falou Roniedson.

O ciclista Jean Rodrigues disse que com o valor recebido poderá representar melhor a cidade nacional e internacionalmente. “Com a bolsa poderemos pagar hotel, alimentação, transporte e outras despesas quando temos que representar a cidade em outras localidades, no Brasil e até no exterior”, disse o ciclista, que é campeão nacional.

Já o deputado federal César Halum acredita que o Bolsa Atleta é um grande incentivo para os atletas, que nunca puderam contar com um auxílio contínuo do poder público municipal. “É um grande início para quem nunca teve nada. O programa irá financiar e revelar novos talentos araguainenses”, apontou o deputado.

A fala do deputado foi ratificada pelo dono de escolinha de futebol Adriano Guimarães, que atua na periferia da cidade. “Nunca tivemos esse apoio, e deixávamos de participar de diversas competições. Agora vejo uma luz e novas oportunidades de revelar talentos que não saiam das periferias por falta de recursos”.

 

Sobre o programa

 

 

Para participar do programa Bolsa Atleta, os candidatos precisam ter idade mínima de 14 anos para bolsas atletas regional, estadual, nacional, internacional, olímpica e paraolímpica, e 12 anos para a Bolsa Estudantil. É preciso estar em plena atividade esportiva, não estar cumprindo punições ou penas do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado, Federação ou Confederações da modalidade correspondente e comprovar que reside em Araguaína há pelo menos dois anos. Também é necessário ser filiado à Associação, Clube, Federação ou Confederação da respectiva modalidade.

As inscrições estão sendo feitas na Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer do município, localizada à Rua 25 de Dezembro (prédio da Prefeitura), ou pelo site da Prefeitura (www.araguaina.to.gov.br).

O período de seleção vai de  26 a 31 de agosto e o nome dos atletas selecionados serão divulgados a partir de 16 de setembro.

 


Categorias

Na categoria Estudantil, atletas e paratletas precisam ter obtido até a 3ª colocação em Jogos Escolares, nas modalidades individual ou coletiva, nos últimos 12 meses.

Já na Estadual, a exigência é até a 5ª colocação em eventos máximos da temporada ou que o atleta tenha se classificado entre os cinco primeiros colocados em pelo menos três das 10 últimas competições estaduais.

Na categoria Nacional, o atleta precisa ter alcançado até a 30ª colocação no evento máximo da temporada ou entre os 10 primeiros em pelo menos duas competições realizadas dentro de um período de 12 meses.

A categoria Internacional exige do atleta até a 200ª colocação em competições da temporada ou que ele tenha participado de pelo menos dois eventos internacionais do período dos últimos 12 meses. Nesta categoria, o atleta também pode pleitear a bolsa caso integre a seleção nacional de sua modalidade esportiva em campeonatos Sul-Americanos, Pan-Americanos ou Mundiais.

E na categoria Olímpico e Paraolímpico, o atleta precisa fazer parte de delegações estaduais ou nacionais.

Todas as modalidades precisam ser devidamente reconhecidas pelas federações e confederações específicas. É vetada a concessão de mais de uma bolsa ao mesmo atleta.

 

Valores

O projeto prevê recursos na ordem de R$ 200 mil que serão distribuídos em cinco categorias:
Estudantil – Até R$ 500 mensais;
Estadual – Até R$ 500 mensais;
Nacional – Até R$ 800 mensais;
Internacional – Até R$ 1.000 mensais;
Olímpico e Paraolímpico – R$ 1.000 mensais.

A bolsa concedida terá duração de 12 meses. 

Crédito das fotos: Leyla Mell/Ascom

Publicado: Data: 17/07/2013 Autor:Ascom







voltar