.: Prefeitura De Araguaina :.
Sexta-feira, 01 De Julho De 2022 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Nao chove. | Mínima: 17ºC | Máxima: 33 ºC
prefeitura de araguaina

Cidadão Empresa Servidor Turista   Site inscrição torneio de pesca garimpinho

Site inscrição MTB garimpinho


Site leilao de Imveis



campanhas





NOTÍCIAS

Servidores da Rodoviária de Araguaína recebem capacitação sobre primeiros socorros do SAMU

Publicado: Data: 22/06/2022 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Por Ricardo Sottero | Foto: Marcos Sandes/Ascom

Quem trabalha no terminal já vivenciou situações em que foram necessárias intervenções até a chegada do atendimento especializado

A auxiliar de serviços gerais do Terminal Rodoviário de Araguaína, Maria Lacerda Lima Marques, passou por uma situação complicada há alguns meses: socorrer uma pessoa desacordada no banheiro. Por causa de situações como essa, os 24 servidores da Rodoviária, com o apoio do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), estão recebendo capacitação sobre primeiros socorros. A primeira turma foi na terça-feira, 21, e a próxima será na sexta-feira, 24, a partir das 9 horas, na sala VIP do terminal.
 
“Percebi uma mulher parada por um bom tempo no sanitário e, quando fui verificar, ela estava sentada e desacordada. Aí entramos por cima, abrimos a porta, tiramos ela e a deitamos no chão. Ela estava respirando, mas sem ação, por isso chamamos o SAMU. Mas tivemos a ajuda de um enfermeiro que estava lá na hora”, contou Maria sobre o atendimento prestado.
 
Situações de atendimento são frequentes no terminal da cidade, que recebe todos os dias de 1.500 a 2 mil passageiros. O administrador da Rodoviária, Alexandre Marcelo Borges Teles, explica que a proposta é ter um grupo de pessoas preparadas para dar um suporte inicial ao paciente até a chegada do atendimento especializado.
 
“Esse curso veio para capacitar os nossos servidores a dar um primeiro apoio em caso de algum acidente ou doença até chegar o suporte avançado do SAMU ou dos Bombeiros. Recebemos pessoas que vêm de uma viagem longa, que estão cansadas, e já tivemos casos até de passageiros epiléticos, em que tivemos que dar um primeiro suporte”, disse Alexandre.
 
Para cada situação, um atendimento específico
Um ambiente diversificado como o Terminal Rodoviário, que recebe pessoas de todas as partes do Brasil e de todas as idades, pode também vivenciar situações variadas de perigo, como desmaios, convulsões, engasgos, quadros de hipertensão, hipoglicemia (baixa taxa de açúcar no sangue) e até mesmo paradas cardíacas.
 
Neste contexto, a coordenadora do Núcleo de Educação em Urgência do SAMU, Tatiane Vasconcelos, lembra que as pessoas mais próximas das vítimas, como os servidores da própria rodoviária, precisam orientar ou dar um primeiro atendimento ao paciente para garantir sua sobrevivência.
 
“A gente faz a educação em saúde e ensinamos os primeiros socorros justamente para leigos, ou seja, pessoas ali presentes no local, porque são eles que estão no primeiro momento ao lado do paciente e vendo a necessidade de atendimento imediato até que o serviço especializado chegue. Mostramos como agir em um primeiro momento em cada situação. Para cada caso é um socorro diferente”, ressaltou a coordenadora.
 
Estabilizando para evitar sequelas e morte
Em casos de choque elétrico, por exemplo, o servidor precisa estar preparado para avaliar primeiramente a segurança do ambiente e ver se os equipamentos estão deligados. Após isso, verificar se o paciente está consciente, respirando ou se precisa de um suporte de reanimação cardiopulmonar, entre outros detalhes.
 
Já para situações de engasgo, o SAMU ensinou a executar a manobra específica de forma rápida e eficiente, determinante para a vida do paciente.
 
“Normalmente o socorro leva em média de sete a 10 minutos para chegar no local, e esse é um tempo crucial entre a vida e a morte. Neste tempo, o paciente vai precisar de auxílio de pessoas próximas com o conhecimento básico em primeiros socorros.  E isso é fundamental para reduzir o risco de morte e de sequelas, além de ajudar na rápida recuperação desse paciente”, completou a coordenadora do SAMU.
 
“Por isso esse treinamento foi muito bom, porque a gente vai estar mais orientado para poder ajudar quem precisa”, reforçou a auxiliar de serviços gerais Maria Lacerda.
 
Qualquer empresa ou organização pode solicitar o apoio do SAMU para capacitações em primeiros socorros. É necessário solicitar a capacitação via ofício para a Secretaria da Saúde de Araguaína.

A auxiliar de serviços gerais, Maria Lacerda, já precisou socorrer uma paciente desacordada no banheiro da Rodoviária


Publicado: Data: 22/06/2022 Autor:Ascom







voltar