.: Prefeitura De Araguaina :.
Sexta-feira, 09 De Dezembro De 2022 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Chove rapido durante o dia e a noite. | Mínima: 22ºC | Máxima: 33 ºC
prefeitura de araguaina

Cidadão Empresa Servidor Turista  

Site leilao de Imveis



campanhas





NOTÍCIAS

Mais 150 famílias receberão títulos do Casa Legal nos setores Araguaína Sul e Esplanada

Publicado: Data: 06/06/2022 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Por Ricardo Sottero | Fotos: Marcos Sandes/Ascom

Cerimônia de entrega do documento será na sexta-feira, dia 10, às 9 horas, na Praça CEU, no Araguaína Sul. Com essa ação, já são mais de 260 registros concedidos às famílias araguainenses

Na próxima sexta-feira, 10 de junho, mais 150 famílias araguainenses receberão os títulos do Programa de Regularização Fundiária Casa Legal, implementado em julho de 2021. O serviço é em parceria da Prefeitura de Araguaína com o TJTO (Tribunal de Justiça do Tocantins). Desta vez, os títulos serão entregues para os moradores dos setores Araguaína Sul e Esplanada. A cerimônia será a partir das 9 horas, na Praça CEU, no Araguaína Sul.
 
Até agora, o Casa Legal já beneficiou 113 famílias, todas do Setor Itaipu, ainda em dezembro de 2021. O secretário da Infraestrutura de Araguaína, Frederico Prado, lembra que os títulos são concedidos após muitas reuniões e visitas para traçar o perfil socioeconômico das famílias.
 
“Todos os registros garantem a propriedade do imóvel aprovado em cartório. Isso permite que o dono possa fazer reformas ou negociar o bem com preço justo de mercado. Mas, mais do que isso, o nosso objetivo é garantir segurança e tranquilidade para todas essas famílias”, reforçou o secretário.
 
Modalidades do programa
O Casa Legal atende cidadãos que ocuparam áreas públicas e propriedades privadas invadidas até 2016. E funciona em duas modalidades: REURB-S e REURB-E.

O REURB-S é classificado como interesse social, por isso o beneficiário precisa ser cadastrado no CadÚnico (Cadastro Único) e deve receber auxílio financeiro de programa social, ou ter renda bruta familiar menor que cinco salários-mínimos mensais.
 
Já o REURB-E abrange pessoas com interesses específicos e que não se enquadram nos critérios do REURB-S. 

Menos burocracia
Uma casa é considerada irregular quando o ocupante não é proprietário do terreno registrado em um cartório de registro de imóveis. O Casal Legal vem resolvendo essa situação diminuindo significativamente a burocracia.

 


Em dezembro de 2021, os primeiros títulos do Casa Legal beneficiaram 113 famílias do Setor Itaipu

Publicado: Data: 06/06/2022 Autor:Ascom







voltar