.: Prefeitura De Araguaina :.
Sexta-feira, 20 De Maio De 2022 |    CLIMA: Sol e aumento de nuvens de manha. Pancadas de chuva a tarde. a noite o tempo fica aberto. | Mínima: 16ºC | Máxima: 29 ºC
prefeitura de araguaina

Cidadão Empresa Servidor Turista   Site leilao de Imveis



campanhas





NOTÍCIAS

Economia do dinheiro público é tema de curso para servidores da Educação

Publicado: Data: 10/12/2019 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Mais de 70 pregoeiros responsáveis por comprar alimentos e materiais em escolas e creches de Araguaína estão recebendo treinamento para melhorem o planejamento

 

Por: Marcelo Martin | Foto: Marcos Sandes/Ascom 

Com o objetivo de realizar licitações de forma mais efetiva e trazer economia com o melhor aproveitamento na compra dos produtos, a Secretaria de Educação de Araguaína está promovendo capacitação para os pregoeiros que atuam nas unidades escolares. O treinamento está sendo realizado no Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), até quarta-feira, 11. Ao término, 72 servidores municipais terão participado.

O técnico do Departamento de Inspeção, Monitoramento e Auditoria da Educação (IMA), Ydney Fragoso, explicou que o curso é importante porque o processo licitatório e a chamada pública são recursos do poder público que reduzem o preço dos produtos que serão comprados. “Reunir os fornecedores, principalmente no pregão presencial, o que aumenta a competitividade de mercado e derruba os preços dos alimentos e itens em geral”.

Foco na prática

 

Uma primeira turma, com 37 pregoeiros, já realizou o treinamento na última semana. Agora, mais 35 serão capacitados pelo especialista em planejamento empresarial e políticas públicas do Sebrae, Alberto Belluzzo. De acordo com o professor, o curso é focado na prática. Para isto, ele realiza diversas interações usando situações em que o servidor precisa tomar uma decisão.

“A gente busca despertar a necessidade de planejamento. Este trabalho é importante não só para o Município, mas também para quem vende. A gente explica, por exemplo, que deve ser respeitada a Lei Federal nº 123/06, que determina que o processo licitatório de até R$ 80 mil deve realizado, exclusivamente, com microempresas e empresas de pequeno porte”, descreveu Belluzo.

Treinamento aprovado

Há dois anos na Creche Sítio Dona Benta, a pregoeira Karla Trigueiro, 42 anos, conta que o volume de alimentos e itens da unidade é grande e o planejamento é necessário para não faltar nada.

“São 300 crianças e nós investimentos cerca de R$ 4 mil mensais só em alimentação. A gente precisar trabalhar bem para entregar o melhor para eles”, afirmou a pregoeira.

Poder de compra

O próximo passo é realizar o curso para fornecedores em geral e produtores de alimentos, com objetivo de aumentar o número de interessados em vender para o Município.

“A gente precisa mostrar para os comerciantes que, hoje, as escolas conseguem comprar à vista e todos os empresários, mesmo os pequenos, podem participar das licitações”, estimou a pregoeira Caroline Ribeiro, que atua na Superintendência de Licitação.

Publicado: Data: 10/12/2019 Autor:Ascom







voltar