.: Prefeitura De Araguaina :.
Sexta-feira, 20 De Maio De 2022 |    CLIMA: Sol e aumento de nuvens de manha. Pancadas de chuva a tarde. a noite o tempo fica aberto. | Mínima: 16ºC | Máxima: 29 ºC
prefeitura de araguaina

Cidadão Empresa Servidor Turista   Site leilao de Imveis



campanhas





NOTÍCIAS

Estudantes araguainenses dão lição de empreendedorismo e sustentabilidade

Publicado: Data: 22/11/2018 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Trabalhos foram expostos ontem, na Feira do Jovem Empreendedor Primeiros Passos; hoje, haverá mais uma edição da Feira, na Escola Domingos Souza Lemos, a partir das 17 horas

Por Mara Santos - Foto: Marcos Filho Sandes/Ascom

Escolas municipais de Araguaína iniciaram ontem, 21, a exposição dos trabalhos desenvolvidos durante o ano letivo por meio da parceria entre a Prefeitura e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). O evento faz parte do programa de educação Jovem Empreendedor Primeiros Passos (JEPP).

O objetivo do programa é estimular a criatividade e a capacidade de percepção de crianças que já sonham em ser donas do próprio empreendimento. A Feira do JEPP corresponde à finalização da aplicação dos conteúdos do programa em sala de aula.

Ontem, o evento foi realizado na Escola Municipal Joaquim Carlos Sabino, com a participação de alunos de 18 escolas. Hoje, a partir das 17 horas, será a vez da Escola Municipal Domingos Souza Lemos, no setor Jardim das Flores, com 21 escolas participantes.

“Essa parceria teve início em 2014 e a cada ano vem sendo ampliada. Só neste ano, foram mais de 4500 alunos, de 39 escolas, incluindo seis escolas da zona rural, envolvidos no programa”, comentou Ilma Lopes, analista técnica do Sebrae.

Da teoria à prática
O JEPP tem início com a capacitação dos professores, ofertada pelo Sebrae. “Na sequência, os estudantes recebem as orientações teóricas, são estimulados a desenvolver habilidades com foco no desenvolvimento de ideias de negócios”, explicou o superintendente municipal da Educação, Railon Borges.

Borges ainda diz que os alunos criam os projetos, planejando e analisando o mercado. “Vai desde as estratégias de vendas para seus produtos até a prática, desenvolvida nas escolas, e depois trazida para a Feira”, descreveu.

Estefani, Maiza e Juliana, da Escola Municipal Olavo Bilac, expuseram os produtos que confeccionaram a partir do reaproveitamento de garrafas PET, embalagens de iogurte e outros recicláveis. “Aprendemos que dá pra ajudar a natureza e ainda arrecadar um dinheiro que ajudará a fazer uma festa para a nossa sala”, contou Estefani.

Atraindo a clientela
Se tudo parecia meio igualzinho entre os estandes, o Gabriel Chagas, de 11 anos, deu logo um jeitinho de atrair mais gente para conhecer os produtos da sua turma. O menino, do 5° ano da Escola Municipal Maria da Conceição Costa Luz, saiu abordando os visitantes da Feira, falando sobre o sabor delicioso e o precinho atrativo dos dindins gourmet.

“Os dindins já são sucesso na nossa escola, tivemos até que aumentar a produção para ter estoque para a Feira e já temos outro evento programado para vender novamente na sexta-feira, no Show de Talentos da nossa escola”, contou o professor Mário Cunha.

O professor conta que além de estimular o instinto empreendedor, o JEPP desenvolveu entre as crianças a capacidade de trabalhar em equipe e tomar decisões democráticas. “Eles mesmos decidiram, por meio de votação, o destino que darão ao dinheiro arrecadado com as vendas”.



Por meio da abordagem, o aluno Gabriel Chagas, de 11 anos, deu um jeitinho para atrair mais gente ao seu delicioso, e com precinho atrativo, dindins gourmet

Publicado: Data: 22/11/2018 Autor:Ascom







voltar