.: Prefeitura De Araguaina :.
Domingo, 07 De Agosto De 2022 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Nao chove. | Mínima: 21ºC | Máxima: 36 ºC
prefeitura de araguaina

Cidadão Empresa Servidor Turista   Site inscrição torneio de pesca garimpinho

Site leilao de Imveis



campanhas





NOTÍCIAS

Escola de Artes atenderá mais de 1.600 alunos em Araguaína

Publicado: Data: 28/11/2017 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

 

A única unidade pública na área terá 105 turmas de música, teatro, dança, artes visuais, entre outras; inauguração aconteceu na manhã de hoje, 28, no Setor Maracanã

Por: Gláucia Mendes/ Foto: Yago Sobrinho 

O som da sanfona de Nilton Paulino e a voz de Evanilde Lima, filhos de Raimundo Paulino, em uma apresentação, na inauguração da Reciclarte - Escola de Artes de Araguaína emocionou a todos os presentes à inauguração da unidade ocorrida hoje, 28, no Setor Maracanã. A música, de autoria do artista que deu nome à escola, enaltecia a cidade e municípios circunvizinhos. O seguimento da arte, de pai para filho, juntos cantando no espaço que será palco de tantos outros artistas. 

A unidade ofertará aulas gratuitas de violão, teclado, bateria, vídeo e cinema, teatro, danças, capoeira e pintura, além do artesanato com materiais recicláveis, para 1.680 alunos em 105 turmas. As inscrições estarão abertas a partir de janeiro de 2018, por meio de processo seletivo. 

O prefeito Ronaldo Dimas disse que a transformação do espaço em um local de artes só foi possível através de recursos do Ministério das Cidades e empenho de representantes dos catadores, deputados estaduais e pessoas ligadas à cultura. “Deus iluminou a mente da gente e nasceu então o espaço e depois o nome Reciclarte. A arte envolvida em um todo nas mais diversas modalidades para que esse processo pudesse ser construído”. 

Dimas afirmou que a escola veio preencher a lacuna deixada pela Escola Sesi de Música, implantada por ele em Araguaína. “Tantos artistas que fazem sucesso Brasil afora, como Maiara & Maraísa, passaram por lá. Mas agora estamos inaugurando este espaço, onde há o convívio cultural. Local que gera boas e belas oportunidades na vida das pessoas”. 

Participaram da inauguração os deputados Eduardo Siqueira Campos e Elenil da Penha, vereador Ferreirinha, representando o governador Marcelo Miranda, presidente da Câmara Municipal, Marcus Marcelo, vice-prefeito, Fraudneis Fiomare, vereadores, secretários e comunidade.  

Reciclarte

A Escola de Artes funcionará em três turnos e conta com quatro salas, para o desenvolvimento das atividades administrativas e pedagógicas, oferecendo instrumentos, equipamentos, materiais didáticos e professores qualificados. O prédio conta ainda com um galpão, banheiros, área de lazer, jardim e cozinha.

A escola terá turmas de música, nas modalidades canto coral, musicalização infantil, técnica, vocal, violão clássico e popular, guitarra, bateria, percussão individual, piano, flauta doce, teclado, precursão grupo e banda de música.  

Contará também com turmas de teatro, nas modalidades iniciação, interpretação e direção teatral; de dança, com as modalidades de balé, dança moderna, contemporânea, hip hop, dança regional, de salão e jazz, capoeira regional e de angola. 

Terão turmas de artes visuais, com pintura e ambientação, artesanato de recicláveis e produção de vídeo e cinema, além de atividades socioculturais e economia solidária, com turma de criação e confecção de cenários e figurino, turma de pintura decorativa e ambientação e reforço escolar.

 O secretário da Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Jocirley de Oliveira, disse que o objetivo principal da escola é oferecer condições de acesso à arte. “O público será alunos da rede municipal, estadual e comunidade em geral, além de catadores e catadoras de materiais recicláveis, habitantes do Setor Maracanã e proximidades”.

Sonho e arte   

Muito emocionada a diretora do espaço, Valéria Elias, agradeceu ao prefeito a oportunidade de lutar para que o sonho fosse concretizado.  “Sonhei muito com isso e esse meu sonho se concretiza com a ajuda de todos”, disse.

 

A artesã Isailda Lima Pinto citou que trabalha há cinco anos diretamente com a arte. “Mas desde os 10 anos eu já fazia roupas para minhas bonecas. Hoje, confecciono bonecas, sabonetes, aromatizadores, transformo lixo em arte. Aqui vou ensinar para as pessoas que o que consideram velho, pode se transformar em coisas belas e que podem ser usadas”.

Publicado: Data: 28/11/2017 Autor:Ascom







voltar