.: Prefeitura De Araguaina :.
Quinta-feira, 27 De Junho De 2019 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Nao chove. | Mínima: 19ºC | Máxima: 35 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista  

campanhas





NOTÍCIAS

Prefeitura apoia evento de capoeira em Araguaína

Publicado: Data: 22/09/2014 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

A programação contará com apresentações de danças afro-brasileiras, batizados e formatura de professores, instrutores, mestres e contramestres.

 

A Prefeitura de Araguaína, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, apoia a realização da 4º Batizado e Troca de Cordas, que acontece neste sábado, às 19 horas, com entrada franca, no Ginásio de Esportes do Bairro São João. No domingo, haverá também uma roda de capoeira, às 20 horas, na Praça das Nações. Para o evento, promovido pelo grupo de capoeira Sangue Negro, são esperados cerca de cem participantes de oito cidades da federação. A abertura da cerimônia de graduação está marcada para acontecer no sábado. Dentro da programação do Batizado estão aulas de capoeira, apresentação de danças afro-brasileiras, batizados e formatura de professores, instrutores, mestres e contramestres (categoria abaixo do mestre).

O encontro de arte marcial afro-brasileira contará com a participação do mestrando Escorpião, presidente da Federação Tocantinense de Capoeira (Fecatins), além de capoeiristas do Maranhão, Tocantins, Pará. Entre os participantes locais estão os mestres de capoeira ‘Girafa’ do grupo Filhos da Liberdade, mestre ‘Anzol’ do grupo Casa da Capoeira, professor ‘Escravo’ do grupo Arte Brasileira, mestre ‘Onça’ do grupo Movimento Negro, e Urubu, Laboia, Caipora e Will, integrantes do grupo Sangue Negro. A grande atração do evento é o experiente capoeirista e contramestre, ‘Careca’ que vem do Rio de Janeiro para ministrar um ‘aulão’ aos graduados.


Projeto

Os alunos graduandos fazem parte de projetos sociais complementares, como as aulas de capoeira todos os sábado e domingos, no Espaço Cultural, que o professor Urubu conduz voluntariamente das 18 às 20 horas. “O município apoia o projeto por entender que a capoeira é um importante instrumento para o desenvolvimento de crianças, jovens e adultos, uma vez que promove a educação integral e o desenvolvimento cultural dos participantes das aulas”, assegurou o secretário Willamas Ferreira, acrescentando que a capoeira é uma arte genuinamente brasileira, criada pelo nosso povo.


Solenidade

Um total de 36 alunos iniciantes serão batizados e pelo menos 20 irão trocar de corda, ambos uma espécie de graduação que ocorre a cada seis meses dentro da capoeira – totalizando 56 novos graduados com a presença dos pais e responsáveis. Vale destacar que desde 2008, a capoeira se tornou patrimônio cultural brasileiro. O registro desta manifestação cultural foi votado em Salvador, pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que é constituído por 22 representantes de entidades e da sociedade civil, e delibera a respeito dos registros e tombamentos do patrimônio nacional.

 

Publicado: Data: 22/09/2014 Autor:Ascom







voltar