.: Prefeitura De Araguaina :.
Quinta-feira, 27 De Junho De 2019 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Nao chove. | Mínima: 20ºC | Máxima: 35 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista  

campanhas





NOTÍCIAS

Pesquisa traçará o perfil do folião e do comércio durante o Carnabalada

Publicado: Data: 28/02/2014 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Durante os quatros dias de Carnaval, cerca de 20 pesquisadores coletarão informações sobre o comportamento dos frequentadores e a movimentação financeira da festa na cidade

 

Durante o Carnabalada 2014, a Prefeitura de Araguaína, em parceria com o Sebrae e com a Universidade Federal do Tocantins – UFT, promoverá pesquisas quantitativas e qualitativas acerca do público do Carnaval e da movimentação financeira do evento na cidade. O intuito é que o estudo possa gerar um panorama real do turismo e do retorno que a festa dá para o comércio local. “De certa forma, essas informações também nortearão o planejamento da gestão sobre os eventos culturais futuros”, explica o secretário de Planejamento, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, Bruno Rangel. A pesquisa faz parte do programa Araguaína Mais Turismo, Mais Negócio, que irá desenvolver projetos de pesquisa e atividades de capacitação e assessoramento contínuo aos empreendedores da cidade. Atuam diretamente no programa as secretarias de Planejamento, Esportes, Cultura e Lazer e Desenvolvimento Econômico.

 

Campos de pesquisa

 

De acordo com Marcos Miranda, superintendente de Planejamento e Desenvolvimento Regional, serão quatro linhas de atuação dos pesquisadores. A primeira avaliará o perfil do público participante do Carnabalada com a aplicação de 1000 formulários e 15 pesquisadores. A segunda será dividida em mais duas frentes: uma fará o diagnóstico dos pequenos negócios durante o Carnaval – barraqueiros e ambulantes – e a outra aferirá o comércio local pós-evento. Serão 300 formulários e quatro pesquisadores responsáveis pela coleta desses dados. E também haverá a contagem de visitantes para o diagnóstico do fluxo turístico. A pesquisa também comportará 300 formulários e mais quatro pesquisadores.

“Queremos avaliar o perfil e o comportamento dos turistas e do próprio residente da cidade que frequenta a festa. E nós também queremos saber o que a população e o comércio acham da organização”, pontua Marcos.

 

Comércio

 

Os pesquisadores percorrerão o comércio local para saber dos lojistas qual a avaliação que eles fazem do Carnaval de Araguaína. Serão avaliadas a gestão de cada empreendimento para o período e a receita gerada pela festa aos comerciantes. “Será medido também o gasto médio do público durante o Carnabalada para que tenhamos um cenário real da movimentação financeira do evento em Araguaína”, completa o superintendente.

Publicado: Data: 28/02/2014 Autor:Ascom







voltar