.: Prefeitura De Araguaina :.
Sexta-feira, 22 De Novembro De 2019 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Chove rapido durante o dia e a noite. | Mínima: 22ºC | Máxima: 30 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista  

campanhas





NOTÍCIAS

Em 3 meses, mutirão de limpeza retira 2,5 mil toneladas de lixo e areia em córregos

Publicado: Data: 05/11/2019 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

O serviço está sendo realizado desde agosto em todos os afluentes já canalizados no Município. O objetivo é evitar enchentes e proliferação de doenças

Por Marcelo Martin | Foto: Marcos Sandes/Ascom

A Prefeitura de Araguaína está realizando a manutenção dos córregos urbanos já canalizados. Desde agosto, quando o serviço foi iniciado, já foram retiradas 2.500 toneladas de lixo e areia. O primeiro local a ser atendido foi o Córrego Neblina e seus afluentes e segue em todos os outros córregos da cidade.

A manutenção é de desassoreamento, com uso de uma máquina para retirada de areia e lixo do leito, e também de retirada do mato de suas paredes de contenção e margens. A limpeza é necessária para evitar alagamento no período chuvoso e também evitar a proliferação de doenças.

De acordo com o secretário executivo da Infraestrutura, Epson Douglas, a equipe está retirando muitas sacolas plásticas misturadas na areia e já chegaram recolher até uma cama e um sofá. “É preciso descartar corretamente. O lixo doméstico, por exemplo, deve ser colocar na lixeira somente próximo ao horário da coleta, porque a chuva pode carregar a saco para a boca de lobo e, consequentemente, para dentro do córrego”.

Expandindo a drenagem

Desde 2013, já foram instalados mais 200 km de nova drenagem em Araguaína, visando o fim dos alagamentos recorrentes. As implantações fazem parte do Plano Municipal de Drenagem Urbana (PMDU), que é parâmetro para dimensionar, avaliar o sistema de drenagem da cidade e subsidiar todos os projetos nessa área.

A cidade ainda conta com o Projeto Águas de Araguaína, que realizará a macro e microdrenagem dos córregos Neblina e Jacuba, implantação de bacias de detenção da unidade de conservação ambiental e implantação do Parque Urbano Nascentes do Neblina e áreas verdes, além da pavimentação de 12 bairros da cidade.

O projeto está em processo de aprovação dos recursos por meio de financiamento internacional junto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF). 

Publicado: Data: 05/11/2019 Autor:Ascom







voltar