.: Prefeitura De Araguaina :.
Segunda-feira, 10 De Dezembro De 2018 |    CLIMA: Sol com muitas nuvens. Pancadas de chuva a tarde e a noite. | Mínima: 21ºC | Máxima: 30 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista   Ouvidia da Saúde 0800 646 8546

campanhas





NOTÍCIAS

Mais duas turmas de educadores iniciam curso de Libras e Braille

Publicado: Data: 06/03/2018 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Um total de 500 profissionais que atuam na Rede Municipal de Ensino já estão aptos para atender a crianças com surdez, cegueira ou baixa visão

 

Texto e fotos: Abdon Barbosa/Ascom 

A Prefeitura de Araguaína iniciou no dia 21 de fevereiro mais um curso de Língua Brasileira de Sinais (Libras) e Braille para educadores da rede pública municipal. As aulas acontecem a cada quinze dias, sempre às quartas feiras, das 13h30 às 17 horas, na Faculdade Anhanguera, localizada à Avenida Prefeito João de Souza Lima, nº 20, próximo ao terminal Bandeiras no Centro da cidade.

Participam do curso duas turmas, totalizando 80 profissionais, entre professores do Atendimento Educacional Especializado (AEE) e auxiliares que atuam em sala de aula regular com alunos que apresentam alguma deficiência visual e auditiva. Um total de 500 profissionais da Rede Pública municipal de ensino já estão aptos para atender a crianças com surdez, cegueira ou baixa visão.

O objetivo do curso é preparar esses profissionais com o conhecimento adequado, teórico e prático, sobre a educação especial, para que possam conhecer e utilizar no seu dia a dia as técnicas da Libras e Braille.

"Fiquei muito feliz quando recebi a informação que iria me aperfeiçoar em Braille, é uma oportunidade de aprender um pouco mais como me comunicar melhor como meus alunos", disse a professora Adriana Lagares, da Escola Municipal Benedito Canuto.

No decorrer do curso, que segue até Dezembro, os profissionais receberão subsídios para sensibilização,  discussão e o posicionamento critico  sobre a realidade e necessidade de um educando com surdez, baixa visão ou com cegueira. Há ainda uma reflexão sobre a problemática educativa desse público.

De acordo com o secretário municipal da Educação, Jocirley de Oliveira, o principal objetivo com a capacitação é transferir ao aluno informações e conhecimentos para que os mesmos desenvolvam as habilidades e competências necessárias. "Quando investimos no professor, estamos automaticamente investindo na formação do aluno", ressaltou.

Publicado: Data: 06/03/2018 Autor:Ascom







voltar