.: Prefeitura De Araguaina :.
Domingo, 08 De Dezembro De 2019 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Chove rapido durante o dia e a noite. | Mínima: 22ºC | Máxima: 33 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista  

campanhas





NOTÍCIAS

Desenvolvimento regional será um dos temas do Encontro Macrorregional

Publicado: Data: 27/09/2013 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Dados fornecidos pelo Governo Federal auxiliam gestores municipais e federais nos planejamento e tomada de decisões.

 

O Desenvolvimento Regional será um dos assuntos abordados no circuito de palestras do Encontro Macrorregional de Gestão e Municipalidade, que acontece entre os dias 2 e 4 de outubro, em Araguaína. O tema será ministrado pela coordenadora geral de Monitoramento e Avaliação de Políticas Regionais, do Ministério da Integração, Camila Fasolo.

Segundo a palestrante, o Observatório do Desenvolvimento Regional é uma ferramenta desenvolvida pelo Governo Federal para monitorar, avaliar e promover o controle social das políticas nacionais de desenvolvimento regional. “São informações georreferenciadas que abrangem pontos relevantes dos municípios para análises e financiamento do programa”, completa Camila.

O Observatório permite que o cidadão tenha acesso a mapas temáticos, de calor, gráficos e tabelas para análise de dados. As informações estão disponíveis no site http://odr.integracao.gov.br. O Ministério da Integração Nacional também oferece suporte e tira dúvidas pelo email [email protected].

 

Funcionalidade

 

“Entendemos que o ODR pode auxiliar os municípios a conhecerem melhor seus indicadores, seja na área social, econômica e de infraestrutura, por exemplo”, reforça Camila, que também lembra que com os dados oferecidos pelo observatório, gestores municipais, vereadores e sociedade civil poderão determinar demandas e prioridades. Como conseqüência, tem-se um ganho de qualidade na tomada de decisão no âmbito da prefeitura e mesmo do governo do Estado, “identificando áreas que precisam de uma atuação mais específica”, ressalta a palestrante.

 

 Credito: Divulgação

Publicado: Data: 27/09/2013 Autor:Ascom







voltar