.: Prefeitura De Araguaina :.
Segunda-feira, 16 De Setembro De 2019 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Nao chove. | Mínima: 21ºC | Máxima: 37 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista  

campanhas





NOTÍCIAS

Rodada de negócios marca o início da Compra Direta em Araguaína

Publicado: Data: 20/09/2013 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

97 entidades serão beneficiadas com a produção adquirida pela Prefeitura junto aos agricultores da região

 

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico promoverá uma rodada de negócios junto a 245 agricultores cadastrados no programa Compra Direta. O encontro será nesta sexta-feira, 20, às 14 horas, no auditório da Exposição do Pólo Comercial e Industrial de Araguaína – EPOCA, no CAT.

Para o secretário Josué Luz, a regularização do sistema de compras será um avanço muito grande para vários setores da economia. “Vamos beneficiar, diretamente, quase 25 mil pessoas, além dos produtores rurais da nossa região. Os ganhos são imensuráveis”, enfatiza o secretário. Após a rodada de negócios, as compras devem começar no dia 30 setembro.

 

Rodada

 Durante a reunião, cada agricultor apresentará a produção que tem à disposição para compras. “Já sabemos que há verduras, legumes, frutas e derivados de animal e vegetal para aquisição, mas outros produtos podem surgir, dando diversidade para o programa”, completa a secretária executiva Paula Zerbini.

A Prefeitura de Araguaína dispõe mais de R$ 1 milhão em recursos somente para o Compra Direta. Cada agricultor poderá receber até R$ 5.500,00 do programa.

Toda a produção adquirida é encaminhada para 97 entidades, entre escolas do município, casas de apoio e ações beneficentes.

 

Compra Direta

 O programa acontece em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social e, neste ano, a mudança está na agilidade no pagamento da compra. Antes, o agricultor aguardava até 120 dias para receber o dinheiro. “Agora implantamos um sistema de cartão e o dinheiro cai em até 10 dias”, ressalta Josué.

Os produtos de origem animal e vegetal passarão pelo crivo sanitário do Serviço de Inspeção Municipal – SIM para garantir a qualidade de frangos, queijos, polpas de frutas, por exemplo.


Crédito: Divulgação

Publicado: Data: 20/09/2013 Autor:Ascom







voltar