.: Prefeitura De Araguaina :.
Domingo, 08 De Dezembro De 2019 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Chove rapido durante o dia e a noite. | Mínima: 22ºC | Máxima: 33 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista  

campanhas





NOTÍCIAS

Força-tarefa combate água servida nas ruas de Araguaína

Publicado: Data: 18/09/2013 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Prefeitura intensifica ações de fiscalização em áreas críticas da cidade e no entorno do Lago Azul

A Prefeitura de Araguaína inicia, na próxima semana, uma força-tarefa para coibir o lançamento de água servida nas ruas da cidade. Agentes ambientais e de postura intensificarão ações de fiscalização em áreas consideradas críticas. Nas margens do Lago Azul, a fiscalização e um levantamento de informações começam na quinta-feira, 19. Os desrespeitos à legislação estão passíveis a notificações e multas de acordo com a quantidade de resíduos, grau de poluição e contaminação do meio ambiente. 

Lago Azul

A ação dos fiscais nas margens do Lago Azul, além de identificar fontes poluidoras e degradações, servirá para criar um cadastro dos ribeirinhos. Entre as ações dos agentes municipais estão, ainda, o levantamento de afluentes, avanço em Área de Proteção Permanente (APP) e lançamento de resíduos sólidos.

Áreas críticas

O lançamento de água servida nas ruas de Araguaína é antigo e os desrespeitos à legislação são constantes e visíveis. Desde o início da atual gestão, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Planejamento, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, fez um levantamento de áreas consideradas mais críticas. Essas localidades serão os principais alvos da força-tarefa realizada pelos agentes ambientais e de postura iniciada nesta quarta.

Notificações e multas

Os casos de desrespeitos constatados pelos agentes de fiscalização ambiental e de postura estão sujeitos a notificações e, em caso de reincidência, multas. Os valores das multas aplicadas na força-tarefa variam de R$ 500 a R$ 50 milhões, de acordo com a quantificação dos resíduos, grau de poluição e contaminação do meio ambiente, previstos na Lei Municipal 1.659/96, nas resoluções do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) e na Lei Federal 9.605/98, sobre crimes ambientais.

Crédito da imagem: Leila Mell - Ascom Prefeitura

Publicado: Data: 18/09/2013 Autor:Ascom







voltar